Ministério Público denuncia bispo Edir Macedo por lavagem de dinheiro

O bispo Edir Macedo Bezerra, líder religioso da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) e dono da Rede Record de Televisão, e mais outras três pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro e evasão de divisas, formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato contra fiéis para obter recursos para a igreja.
Os três dirigentes da Iurd, alvos da denúncia, são o ex-deputado federal João Batista Ramos Silva, o bispo Paulo Roberto Gomes da Conceição, e a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa. A acusação é de que eles fazem parte de uma quadrilha que lava dinheiro da Iurd, remetido de forma ilegal do Brasil para os Estados Unidos, por meio de uma casa de câmbio de São Paulo, entre 1999 e 2005.
De acordo com a denúncia, o dinheiro era obtido por estelionato contra fiéis, por meio de “oferecimento de falsas promessas e ameaças de que o socorro espiritual e econômico somente alcançaria aqueles que se sacrificassem economicamente pela Igreja”.
Além disso, os quatro também são suspeitos de falsidade ideológica por registrarem, nos contratos sociais das empresas do grupo da Iurd, composições societárias diferentes das reais. O objetivo era esconder a real proprietária dos empreendimentos, a própria igreja. Também foi solicitada na denúncia, a análise de cassação da imunidade tributária da Iurd.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s