Pr. Silas Malafaia critica CGADB no centenário das Assembléias de Deus.

Neste sábado 30 de Abril de 2011, o Pr Silas Malafaia em seu programa Vitória em Cristo critica a liderança das Assembleias de Deus no Brasil ou seja , a convenção (CGADB) e mostra sua indignação à respeito de como está ocorrendo o centenário da Assembléia de Deus no Brasil. Ele apresenta o convide da CGADB para cerimônia oficial de abertura do aniversário da Assembleia de Deus no dia 09 de Junho de 2011, NO CENTRO DE CONVENÇÔES em Belém do Pará e enfatiza que a cerimônia oficial ocorrerá uma semana antes da celebração da data oficial do aniversário ou seja, entre 18 a 19 de Junho de 2011 na Igreja cede das Assembleias de Deus em Belém do Pará. O Pr. Silas deixou claro que isso é uma estratégia da CGADB que desvaloriza a Igreja Cede (Mãe) e exalta a convenção. Para ele os pastores que irem para a cerimônia oficial NO CENTRO DE CONVENÇÕES, não irão de novo na outra semana nos dias 18 a 19 para a festa da Assembleia de Deus em Belém do Pará na Igreja mãe. Para ele quem está realizando cem anos é a Igreja Assembleia de Deus em Belém do pará e não a convenção.
Que vergonha, que política podre suja e nojenta. É como Jesus falou em Mateus 15 este povo honra-me com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim” Pr. Silas
Continua acrescentando que a liderança só tem enfatizado até agora a Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGADB), pois em nem um dos seus periódicos menciona a Assembleia de Deus Belém do Pará , mostra toda a programação da CGADB com relação ao centenário para 2011 e diz que em nem uma momento a programação do centenário menciona ou enfatiza à Assembleia de Deus Belém do Pará . Afirma  também que a liderança da CGADB não ama a igreja coisa nem uma, eles amam o cargo que eles têm. Fez também alusão ao eis vice-presidente José Alencar que antes de morrer falou que “não tinha medo da morte, mas sim de perder a sua honra”. E falou que tem pastor que não tem medo da morte e não tem medo de perder a hora e tem pastor que tem medo da morte e não tem medo de perder a honra.
Veja alguns videos:

Leia Mais…

Resto do Post

Autor de “A Cruz e o Punhal”, Pastor David Wilkerson morreu em acidente de carro

Pastor David Wilkerson morreu aos 79 anos. O fundador da Igreja de Times Square, em Nova Iorque, sofreu um acidente de carro no Texas na tarde desta quarta-feira, 27 de Abril.
No twitter, parentes confirmaram a morte: “meu querido primo David Wilkerson”, afirmou Rich Wilkerson, primo do Pastor, que também pediu orações. Wilkerson tinha quatro filhos e 11 netos.
Fonte: gospelmais
Leia Mais…

Resto do Post

Pastor Silas Malafaia afirma que fará grande revelação em seu programa

No próximo sábado, 30, o pastor Silas Malafaia afirma que trará as informações importantíssimas que vem prometendo nos últimos programas.
As chamadas dizem que o assunto interessa à todos os cidadãos brasileiros que amam a família. No site da Associação Vitória em Cristo há uma nota dizendo que além desse tema o pastor também falará aos assembleianos do Brasil.
Silas Malafaia, que não pertence mais à Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB), onde era o vice-presidente, falará aos membros sobre as comemorações do centenário da igreja.
O assuntos serão divididos em outros programas e a AVEC informa que devido à exibição da Fórmula Indy, o programa Vitória em Cristo desse sábado não será transmitido na Band.
Resto do Post

Organização constata aumento na opressão contra os cristãos

A organização Christian Solidarity Worldwide (CSW) foi informada de que onze membros da Igreja do Irã comparecerão ao Tribunal Revolucionário de Bandar-Anzali para serem julgados por supostamente realizar “atividades que perturbam a ordem pública” e por beber álcool. As acusações estão relacionadas ao seu envolvimento com igrejas clandestinas e realizar a Santa Ceia.
Entre os cristãos que serão julgados estão o pastor Abdolreza Ali-Haghnejad e sua esposa Anahita Khademi, Mahmoud Khosh-Hal e sua esposa Hava Saadetmend, Fatemah Modir-Nouri, Mehrdad Habibzade, Milad Radef e Behzad Taalipas, e Amir Goldoust, sua irmã Mina Goldoust, e sua avó Zainab Bahremend.
Houve um grande aumento na opressão do governo contra os cristãos evangélicos, acompanhado de diversas prisões. No dia 4 de janeiro, Morteza Tamadon, o governador de Teerã, chamou o movimento cristão de “seita falsa, depravada e corrupta, que se infiltra no islamismo como um parasita sob um disfarce de cristianismo”. Até agora, foram confirmadas 254 prisões de cristãos, em 33 cidades, no período de junho de 2010 a fevereiro de 2011. No entanto, o número oficial é muito maior.
O julgamento de outros seis membros da Igreja do Irã foi reagendado para o dia 5 de abril, para permitir que os promotores tivessem mais tempo de juntar novas evidências. Depois, foi adiado novamente, para dar a oportunidade de os advogados de acusação buscarem depoimentos das igrejas tradicionais que atestem a culpa dos cristãos.
No entanto, os advogados de defesa estão otimistas de que todas as acusações sejam derrubadas no tribunal.
Fonte: Portas Abertas
Resto do Post